Tecnologia e economia: Como ambos precisam um do outro para crescer?

A tecnologia é algo que vem facilitando a vida de todo mundo e auxiliando na realização de inúmeras atividades, sejam elas profissionais ou não. Se olharmos direito o mundo a nossa volta não existe quase nada que funcione sem o uso da tecnologia e da internet, vivemos em um mundo conectado e o futuro continua nos levando para isso, para viver um mundo cada vez mais tecnológico. Com o objetivo promover a realização de algumas funções de forma mais fácil e pratica a tecnologia vem tomando conta do comercio, do ensino, do transporte, da economia e vários outros setores.

O futuro do mundo é ser mais conectado a cada novo dia. a tecnologia está presente em tudo a nossa volta, em todas as áreas e em quase todas as ações que realizamos, não só nos meios de comunicação. As tecnologias que antes eram mostradas em filmes como algo fictício vem se tornando item de mercado e totalmente real e útil para as necessidades atuais, como é o caso da inteligência virtual que passou a ser bastante frequente na casa de inúmeras pessoas que apenas com sua voz consegue controlar comandos de sua casa, como ligar e desligar as luzes, tocar música ou abrir uma persiana.

A tecnologia anda crescendo e fazendo parte de tantos setores facilitando inúmeras atividades que ela passou a ser cada vez mais utilizada juntamente a economia. Sua participação na declaração do Imposto de Renda é notória e vem ajudando e muito no crescimento desse setor.

O que é o Imposto de Renda?

O Imposto de Renda se divide em duas categorias, o imposto para pessoa física e para pessoa jurídica. O imposto de renda pessoa física é um tributo cobrado de cidadãos, por isso o nome “pessoa física”, e ele incide sobre a renda e o salário de contribuintes que residam dentro ou fora do Brasil, mas que recebam rendimentos no país.

Atualmente o IRPF possui uma faixa de isenção do imposto de renda, que é a não obrigatoriedade do pagamento para pessoas que receberam ao longo do ano até R$1.903,98. Ao passar desse valor já vai ser obrigatório o pagamento do imposto de renda e é possível verificar isso através do simulador do IRPF.

A declaração do imposto de renda pode ser bem complicada e capaz de provocar uma grande dor de cabeça, mas certamente não fazer provoca muito mais. Para fazer a declaração do Imposto de Renda não necessariamente é preciso contar com a ajuda de um contador, principalmente agora que é possível realizar todo o procedimento através do site e se informar a respeito de tudo através do programa do Imposto de Renda 2022 que fica disponível a todos os usuários, fazendo com que algo que era considerado tão trabalhosos hoje seja resolvido na palma da mão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.